Dermatologia

Cancro da pele

A  incidência do cancro da pele tem vindo a aumentar progressivamente desde meados dos anos 60, sendo a excessiva exposição ao Sol responsável por mais de 90% dos casos.


O cancro da pele tem taxas de cura elevadas se diagnosticado e tratado no início, portanto a auto-vigilância e o diagnóstico precoce são essenciais.
Os três tipos mais frequentes de cancro da pele são o Melanoma, o Basalioma e o Carcinoma Espinho-celular, sendo o Basalioma, o cancro cutâneo mais frequente.


Tratamento
Normalmente, a maior parte dos carcinomas basocelulares ou espinocelulares pode ser tratada por vários métodos:
Cirurgia excisional -  Remoção do tumor com um bisturi, e também de uma borda adicional de pele sadia, como margem de segurança. 
Curetagem e eletrodissecção ㆕R" Usadas em tumores menores, promovem a raspagem da lesão com uma cureta, enquanto um bisturi eletrônico destrói as células cancerígenas.Criocirurgia ㆕R" Promove ...








         continuar a ler..


Tratamentos em Dermatologia Estética e Dermatologia Clássica

ver tratamentos

Preenchimento com ácido hialurónico
Tratamentos com toxina botulínica
Dermoabrasão química e mecânica
Foto-envelhecimento
Melasma, Cicatrizes, Cicatrizes de acne

Dermatologia Pediátrica
Dermatologia Oncológica
Dermatoscopia

Excisão de lesões benignas e malignas
Rugas
Assimetrias da face
Hiperidrose